Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

O emprego e a crise
Cadastrado em: 28/4/2009

Tamanho da letra

Como arrumar emprego em tempos de crise econômica
Sempre que se começa a falar de crises econômicas há pelo menos uma reação imediata: o medo de perder o emprego e não conseguir recolocação. Ao se entregar às más notícias, o profissional acaba refletindo essa atitude negativa no seu dia-a-dia - abrindo espaço para que a crise se instale em sua vida. "Não pode haver uma crise esta semana, minha agenda já está cheia", disse certa vez o ex-secretário de estado norte-americano Henry Kissinger. Segundo especialistas, esse é o tipo de pensamento que deve nortear as ações de quem está no mercado de trabalho.
Existe, sim, uma crise econômica - mas ela não atingiu a área de recrutamento. Alguns setores foram duramente atingidos, como a indústria pesada, cujo grande exemplo é a automotiva, que dependem de capital externo, e os que sobrevivem através de exportação e importação. "Mesmo as empresas que estão sendo vistas como demissionárias ainda não mexeram em seus quadros de executivos", afirma Pedro Carvalho. "É preferível preservar profissionais técnicos que levaram anos para serem treinados". Rodrigo Vianna concorda e complementa: "na crise é onde se encontra oportunidade de crescimento e, segmentos como serviços, telecomunicações, tecnologia e bens de consumo".
Apesar das notícias ruins, Dulce Salles também está bastante confiante. "Tivemos alguns adiamentos de processos e não cancelamentos. As pessoas estão pensando mais antes de contratar, analisando melhor o que querem". Essa está sendo uma das atitudes mais comuns dentro das grandes corporações: planejar melhor e aproveitar a mão-de-obra atual, fazendo remanejamentos e movimentações internas para evitar demissões.

Fonte:

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas