Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

XIV Festa Nacional do Pinhão: organização elogiável
Cadastrado em: 4/7/2012

Tamanho da letra

Não existe evento que tenha seus problemas. E, por mais que tenha uma organização impecável, sempre haverá alguém para colocar defeitos, apresentar descontentamentos com isso ou aquilo. Geralmente reclamam até do que não devia ser reclamado, pois geralmente acontecem alguns imprevistos que fogem da responsabilidade dos organizadores. Em relação à XIV Festa Nacional do Pinhão, cuja edição foi realizada recentemente, a organização que esteve a cargo da CCO – Comissão Central Organizadora fez por merecer nossos elogios. Reconhecemos que, um evento da proporção que é, onde é preparada para receber mais de 300 mil pessoas, e ter o brilho que teve, realmente os organizadores merecem de pé os nossos aplausos. Quanto às falhas que aconteceram, se é que houveram, tomara que sirvam para o aperfeiçoamento da próxima edição, pois como se diz o velho adágio popular: “não se contenta gregos e troianos ao mesmo tempo”. O certo é que, turistas de todos os quadrantes de Santa Catarina e de outros estados saíram satisfeitos com o que desfrutaram durante os dias da maior festa cultural do sul do Brasil. Valemos da oportunidade para também deixarmos registrado a qualidade dos show’s artísticos apresentados, e que, valeu a pena a privatização desse segmento. Na verdade, esse é o meio de tirar do poder público, a obrigação de realizar festa para a comunidade. Não se justifica, em momento algum, a promoção de um evento por uma Prefeitura Municipal, por isso que a privatização ainda é o melhor caminho para que uma festa temática seja realizada. A responsabilidade de prestar contas não caberá ao prefeito. Acabando assim, o temor de que o Tribunal de Contas do Estado possa interpretar de outra forma quaisquer dos gastos realizados e prestados contas por meios diferentes. Privatizada a festa, menos danos.

Fonte: Jornal O Palanque

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas