Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

Medidas contra a estiagem de SC
Cadastrado em: 30/5/2009

Tamanho da letra

O governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC), anunciou na primeira semana de Maio algumas medidas de combate à estiagem, que se prolonga desde o início do ano e afeta sobretudo a região oeste, principal área de grãos e produção de suínos e aves do Estado. No total, 95 municípios estão em situação de emergência.
Dentre as medidas estão financiamentos para cisternas, poços e açudes para armazenagem de água. O programa Revitalizar, em parceria com o Banco do Brasil e Sicoob (sistema de cooperativas de crédito), foi ampliado de R$ 24 milhões para R$ 50 milhões. No programa, o governo do Estado subsidia integralmente o juro nos projetos de investimentos de até R$ 18 mil. De R$ 18 mil a 28 mil, os juros são de 2,5%, e nos projetos de R$ 28 mil a 36 mil, de 2,75%. " São três anos de carência e cinco anos para pagamento, praticamente sem juros " , ressalta Luiz Henrique.
Também foi anunciada a contratação de 500 caminhões-pipa por dia para atender ao consumo humano e de animais, com investimentos de R$ 1 milhão. O governo, que criou um comitê gestor para dar outras alternativas de solução à estiagem no médio e longo prazo, também implantará o Sistema de Monitoramento Hídrico, com investimento de R$ 4,7 milhões da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Social em parceria com Epagri, empresa de pesquisa agropecuária estadual. Este sistema dará informações em tempo real sobre chuvas e a disponibilidade hídrica de cada região.
A estiagem é alarmante. Em fevereiro e março diversos municípios de Santa Catarina ficaram 60 dias seguidos sem chuva. Em abril, houve registro de precipitação, mas em pouca quantidade. E não há previsão de chuva significativa até pelo menos o fim de junho.

Fonte: (Vanessa Jurgenfeld | Valor Econômico)

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas