Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

Estiagem reduz estimativa de safra
Cadastrado em: 30/5/2009

Tamanho da letra

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc) está reunindo dados para uma avaliação das perdas provocadas pela estiagem que compromete a agricultura catarinense. Os números apurados apontam quebra na safra de soja em até 30%, ou 300 mil toneladas, já que a estimativa era de uma colheita de 1 milhão de toneladas.
Mesmo índice de perdas está sendo apontado na safra de feijão. Quanto a safra de milho que praticamente está sendo finalizada e eram esperados 4 milhões de toneladas, já se comprovaram perdas na ordem de 15%. Outro setor fortemente atingido pela seca é o setor leiteiro com previsão de perda de 40% por causa da escassez de alimento verde para o gado de leite, o que reduz a produtividade. “Esse é um quadro que deve ser agravado ainda mais, pois a falta de chuva está atrasando o plantio de novas pastagens”, prevê o vice-presidente da Faesc, Enori Barbieri.
Prejuízos também são reais nas granjas de frango e de suínos, porém, com reflexos diferentes já que os municípios e as agroindústrias estão agindo para reduzir o quadro dramático disponibilizando caminhões pipas para o abastecimento de água.
“Essa foi a safra de maior custo de produção de toda a história, pois foi plantada sob os efeitos dos fenômenos climáticos que ocorreram em Santa Catarina nos últimos meses aliados a crise financeira mundial. A previsão de rentabilidade que já era mínima, agora caiu drasticamente. Os prejuízos são incalculáveis”, lamenta Barbieri.
A preocupação das autoridades do setor está também nos reflexos que a crise agrícola trará para toda a sociedade deste estado cuja economia é basicamente voltada para a agricultura. Os próximos meses deverão ser de queda nas vendas de modo geral. O que irá reduzir o movimento econômico e, conseqüentemente, o retorno de ICMS para os municípios.

Fonte:

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas