Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

Turismo pode substituir decadente indústria brasileira
Cadastrado em: 12/2/2009

Tamanho da letra

A economia de Urubici é baseada na produção de hortifrutigranjeiros, que crescem no solo fértil do vale do rio Canoas. O clima temperado também favorece a produção de maçãs e a criação de trutas, peixes de água fria. A cidade, porém, se originou com a vinda de indústrias madeireiras para a região, nos anos 50. No final da década de 80, contudo, os empregos minguaram com o fechamento da maioria delas, que se deslocaram para o Norte do país. Das mais de 30 madeireiras em atividade na época, restam hoje apenas duas.
A debandada das empresas deixou um rastro de desemprego e devastação. A mata de araucárias, que pertence à mata atlântica e cobre os três Estados do Sul, teve sua área reduzida a 6.000 km² dos 200 mil km² originais, segundo dados da Fupef (Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná).
O auge da exploração ocorreu nas décadas de 50, 60 e 70. Nesse período, a arau-cária chegou a corresponder a 5% do valor de todas as exportações brasileiras. Hoje, porém, a atividade está em franca decadência devido à redução na quantidade de espécimes e às ações restritivas do Ibama e da Polícia Ambi-ental. “Quando o Ibama chegou à cidade, em 1990, a indústria madeireira já estava decadente.
Os estoques remanescentes não justificam mais a atividade econômica”, diz Luis Alberto Fernandes, 55, diretor do Parque Nacional de São Joaquim, em Urubici, rebatendo as críticas de que teria sido a instituição a responsável pelo fechamento das empresas. Para ele, madeireiros e população deveriam se unir para regularizar o parque nacional, a fim de criar uma área protegida para as araucárias e evitar sua extinção.

Fonte:

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas