Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

Feiras de animais somam cerca de R$ 2,4 milhões em faturamento
Cadastrado em: 20/5/2013

Tamanho da letra

| Lages |

Mesmo com o Parque Conta Dinheiro tomado pela montagem da estrutura da Festa do Pinhão, no sábado que passou (8), o pavilhão José Arruda Ramos foi um cenário a parte, para a comercialização de exatos 709 animais, um número além do esperado para a Feira de Gado Geral. Este foi o terceiro evento do ano promovido pela Associação Rural de Lages, no qual, todos os 109 lotes foram comercializados.  O leilão começou ofertando novos lotes de terneiros e terneiras, e depois foi a vez dos novilhos de 18 e 24 meses, vacas falhadas, vacas com cria e vacas prenhas. As terneiras foram a que tiveram o melhor preço médio, fechando em R$ 4,29 o quilo. Já os terneiros um pouco menos, R$ 4,27. Os novilhos de até 18 meses, fecharam em R$ 4,10. Os demais lotes, todos ficaram abaixo dos R$ 4 reais. No cômputo geral, os negócios somaram R$ 654 mil e 450 reais.
O resultado foi considerado altamente positivo, pois, estavam sendo aguardados cerca de 500 animais, mas, como explicou o presidente da Associação Rural de Lages, o bom momento que atravessa o agronegócio e o registro de chuva na região semana passada deram ânimo aos produtores e compradores, pois as pastagens puderam ser plantadas e renovadas, as inscrições surpreenderam. Ainda segundo Pamplona, o volume de negócios deste último leilão agregado aos dois primeiros, dá para se dizer que em três tardes, foram comercializados, só no âmbito da Associação Rural de Lages, mais de 2,7 mil animais, resultando num movimento financeiro perto de 2,4 milhões. “Estamos plenamente satisfeitos. Isso prova que os pecuaristas estão acreditando no negócio e investindo cada vez mais na estrutura da propriedade e consequentemente na qualidade dos animais”, resumiu.

Fonte: Paulo Chagas

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas