Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

Programa da Secretaria da Agricultura leva telefonia e internet ao meio rural
Cadastrado em: 30/8/2013

Tamanho da letra

| Estado |

O Programa de Telefonia Fixa e Internet no Meio Rural da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca está modernizando o interior de São Martinho, no Sul do Estado, um dos 31 municípios já contemplados com recursos do Governo do Estado. Desde dezembro de 2012, quando foram implantados os primeiros aparelhos de telefonia fixa e de internet rural, 86 empreendimentos familiares foram atendidos, beneficiando trabalhadores rurais e as 12 pousadas do município. A previsão é de que, até o fim deste ano, 90% do interior de São Martinho tenham cobertura telefônica e acesso à internet e a todas as possibilidades que ela oferece: automação, maior controle da produção e ensino à distância, entre outras.
O proprietário do restaurante Salto do Rio Capivara, Joaquim Hoepels, diz que o telefone e a internet rural proporcionaram um aumento de 25% nas reservas do seu empreendimento. “A internet é mais rápida e as ligações são seguras e completas, além das tarifas serem mais acessíveis”, destaca. O empresário foi um dos primeiros a instalar o telefone e a internet rural em São Martinho e logo em seguida lançou um site do restaurante para atender os turistas que visitam a região. O ex-vereador Teobaldo Heinzen também comemora a instalação da telefonia e da internet rural: “melhorou muito a vida no interior de São Martinho. Tinha gente que não acreditava e agora estão aderindo”.
A Pousada Deutsches Haus, pioneira no município, utiliza o telefone e a internet rural para atender seus hóspedes, desde as reservas até a cobrança via cartão. “A telefonia e internet que tínhamos vivia caindo, não era segura, atrapalhando os nossos negócios. Agora, a situação melhorou, é dez. Aumentou em 50% o nosso atendimento”, observa a proprietária Ledivina Rech Feuser. O agricultor Mário Feuser, que em suas horas de folga comercializa bitter, destaca a agilidade na implantação da telefonia e da internet rural. “Meus filhos e esposa aproveitam a internet banda larga e eu utilizo para meus negócios”.
Segundo o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, o programa visa incentivar os agricultores a permanecerem no campo e fornecer o acesso às tecnologias da informação e comunicação. Para Rodrigues, o acesso à internet no campo pode alavancar os negócios, principalmente para os pequenos proprietários. “A informatização no interior auxilia o pequeno produtor a permanecer no campo com qualidade de vida”, observa.
O Programa de Telefonia Fixa e Internet no Meio Rural apoia os municípios que pretendem fornecer internet banda larga e telefonia fixa às comunidades rurais de Santa Catarina e conta com o apoio financeiro e técnico da Secretaria sendo que cada prefeitura é responsável pela aplicação dos recursos, elaboração do projeto técnico e licitatório para contratação dos serviços, além dos recursos de contrapartida ao investimento estadual. Em São Martinho foram investidos R$ 100 mil da Secretaria da Agricultura e da Pesca com uma contrapartida do município de R$ 34.800,00. Foram instaladas 16 torres com alcance de 30 a 40 quilômetros e painéis de energia solar. Mais torres poderão ser instaladas. Para receber o sinal da internet via rádio, o usuário adquire o aparelho receptor que custa aproximadamente R$ 700.
A presidente da Associação Municipal de Comunicação e Telefonia (Astel), Diana Chris de Souza Fernandes, explica que o custo da ligação pelo programa é de R$ 0,07 para qualquer número de telefone fixo, R$ 0,80 para celulares e grátis entre os proprietários rurais do município. O custo da internet é conforme a velocidade escolhida pelos usuários.
O Gerente de Tecnologia da Informação e Governança Eletrônica, Diego Ricardo Holler, explica que para estender o apoio aos 293 municípios, o Programa de Telefonia Fixa e Internet no Meio Rural teve orçamento de R$ 29,3 milhões no PPA 2012-2015. “No final de 2015 poderemos ter 150 mil propriedades rurais atendidas”, estima Holler. O programa Telefonia Fixa e Internet no Meio Rural já está funcionando em Iomerê, Rio Negrinho, Ponte Serrada, Guatambu, Caxambu, Cordilheira Alta, Xaxim e Faxinal dos Guedes. Outros 22 municípios foram contemplados, mas ainda não iniciaram a implantação do programa.

Fonte: Ney Bueno

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas