Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

Sinotruk está com caminho aberto para construir fábrica em Lages
Cadastrado em: 4/9/2013

Tamanho da letra

| Lages |

A fabricante chinesa de caminhões Sinotruk está com o caminho aberto para a construção de uma fábrica da marca em Lages, na Serra Catarinense. A empresa, por meio da sua importadora Elecsonic, foi habilitada nesta semana no Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores (Inovar-Auto), etapa fundamental para continuidade do projeto. O documento foi assinado na quarta-feira, dia 21, pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Fernando Pimentel. Com a medida, a empresa terá direito a benefícios como descontos no pagamento do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os veículos produzidos no Brasil. A unidade de Lages será a primeira fábrica da Sinotruk fora da China.
“Estamos lutando há bastante tempo para esse projeto. E os últimos obstáculos foram superados. Agora é questão de assinar o contrato e iniciar as obras. É uma grande notícia para toda Santa Catarina, em especial para a Região Serrana. É a realização de um sonho, vamos gerar emprego e renda e trazer tecnologia em um setor que nós ainda não temos”, comemora o governador Raimundo Colombo. “A Sinotruk estabelecida em Santa Catarina reafirma a disposição do governo de incentivar e priorizar uma das indústrias mais estratégicas, que é a indústria automotiva, uma atividade que gera um movimento econômico muito grande, com desenvolvimento de tecnologia e agregação de valor. É uma cadeia produtiva essencial e Santa Catarina estava fora desse mercado. Com a Sinotruk, a BMW e a GM, entramos definitivamente neste circuito”, acrescenta o presidente da SCPar, Paulo da Costa, lembrando dos investimentos do setor no Norte do Estado.
Em setembro, o governador Raimundo Colombo e presidente da SCPar viajam para a China, sede da Sinotruk, para assinatura do contrato e criação de uma join venture (associação de empresas para explorar o negócio sem perder personalidade jurídica) para o novo projeto. A assinatura está prevista para o dia 6 de setembro. A join venture contará com a participação das empresas Elecsonic, da China National Heavy Duty Truck (CNHT, grupo dono da Sinotruk) e Cotia Trading, além do próprio Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da SC Parcerias. O percentual de participação do Estado ainda não foi definido.
Em abril de 2012, o governo catarinense e a montadora de caminhões chinesa Sinotruck assinaram o protocolo de intenções para construção da fábrica em Lages. O presidente da SCPar, Paulo da Costa, diz que o cronograma atual prevê o início das obras em 2014. Os trabalhos devem durar um ano, com o primeiro caminhão sendo fabricado em janeiro de 2015. Durante um semestre, o trabalho na fábrica será em caráter de testes, com os caminhões fabricados em Lages passando a abastecer o mercado a partir de do segundo semestre de 2015. A unidade catarinense da Sinotruk será construída no Polo Industrial de Índios, em Lages, ao lado da BR-282. Um terreno com cerca de 150 hectares foi adquirido como parte de um acordo de cooperação técnico institucional firmado entre a SC Par, Secretaria da Fazenda e Prefeitura de Lages, para a implantação do polo.
O investimento para construção da fábrica catarinense é da ordem de R$ 300 milhões. A unidade vai gerar 400 empregos diretos e cerca de 700 empregos indiretos ligados à cadeia de fornecedores. Terá capacidade inicial para produzir cerca de 5 mil caminhões por ano, número que aumentará para 8 mil veículos por ano após os três primeiros anos de operação. Em um primeiro momento, os veículos serão produzidos com material importado da China, mas a proposta é chegar ao fim do terceiro ano de operações com até 65% das peças nacionalizadas. De um caminhão Sinotruk, apenas vidros e pneus não são de fabricação própria da empresa.
A proposta da empresa é dar preferência para mão de obra local, por isso também será investido na qualificação profissional. A Sinotruck pretende construir um laboratório no parque industrial e criar cursos específicos, por meio do Instituto Federal de Santa Catarina, que tem um campus em Lages.

A Sinotruk

A China National Heavy Duty Truck Group Corporation (CNHTC), dona da Sinotruk, foi constituída na China em 1935. No início da década de 1980, adquiriu tecnologia de motores Steyr, formando também outras parcerias com grandes empresas do setor automotivo como Eaton, ZF, Jost e Wabco. De 2003 a 2008, manteve joint venture com a Volvo. Em 2009, a montadora alemã MAN assinou um acordo de parceria com a Sinotruk, comprando 25% de participação da montadora chinesa.
A Elecsonic, constituída em 2009 por 11 sócios brasileiros, todos do setor automotivo, conhecida como Sinotruk Brasil, é a importadora dos caminhões chineses. A empresa está localizada na cidade de Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba (PR).

O Inovar-Auto

Cálculo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) aponta que o programa Inovar-Auto, que entrou em vigor em janeiro deste ano, está garantindo quase R$ 7 bilhões em novos investimentos no Brasil. Entre as empresas habilitadas no programa como novas investidoras, estão BMW (que vai construir fábrica em Araquari, no Norte Catarinense), Nissan, JAC Motors, Mitusubishi Motors, entre outras. O programa prevê um desconto de até 30 pontos percentuais no IPI para automóveis produzidos e vendidos no país. Para ter direito ao incentivo, os interessados devem cumprir uma série de contrapartidas, como investimentos em pesquisa e inovação.

Fonte: Secom SC

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas