Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

As coligações e os paraquedistas
Cadastrado em: 30/4/2014

Tamanho da letra

Coligação é o nome que se dá à união de dois ou mais partidos que apresentam conjuntamente seus candidatos para determinada eleição.
As coligações podem ser formadas para eleições majoritárias (Escolha de prefeitos, governadores, senadores e presidente da República); proporcionais (vereadores, deputados estaduais, distritais e federais) ou ambas.
Entre uma coligação ou outra, o que se deixa claro ao eleitor é que, elas servem apenas para aumentar as chances de vitória num pleito eleitoral. Ou seja, neste caso, não vale a ideologia eleitoral nem um partido ser de direita ou de esquerda. Vale mais as intenções, e menos a linha ideológica ou o programa partidário.
O importante, é o resultado das urnas. Então, para que partidos políticos? Acabam sendo idênticos. Em relação aos candidatos tidos como “paraquedistas”, ou seja, postulantes de outras regiões que angariam votos em diferentes currais eleitorais, suas ações, no momento, são válidas, pois não vivemos em eleições distritais.
Quem deve ter noção de saber votar é o eleitor. Quanto maior o número de candidatos eleitos de uma região, melhor e maior será a representatividade política, o que significa mais poderes de barganha no futuro junto aos poderes constituídos.
Por outro lado, as ações dos candidatos paraquedistas batem de frente com os postulantes que defendem a sua própria região eleitoral, já que os candidatos de outros rincões atrapalham a campanha eleitoral daqueles que desejam eleger-se num pleito eleitoral. Entretanto, como vivemos num regime democrático e o jogo das eleições não proíbe fazer campanha em território alheio,  nada vai constranger os postulantes, mesmo porque, é também uma opção ao eleitor.

Fonte: Jornal O Palanque

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas