Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

Colégio de Diretores Regionais debate Fiscalização de Impacto na região de Lages
Cadastrado em: 30/4/2014

Tamanho da letra

| Lages |

O planejamento e o cronograma da Fiscalização de Impacto que foi realizada na região de Lages de 28 a 30.04 foi um dos assuntos da pauta da reunião do Colégio de Diretores Regionais (CDR) do CREA-SC que aconteceu na sexta-feira (25), no Hotel Le Canard, em Lages.
A abertura contou com a presença do presidente do CREA-SC, Eng. Civ. e Seg. Trab. Carlos Alberto Kita Xavier; do deputado federal Ronaldo Benedet; do deputado federal licenciado Valdir Colatto; do prefeito de Lages, Elizeu Matos; do presidente da AEA, Nilton Schneider de Souza; do 1º vice-presidente do CREA-SC, Gilson Gallotti; do diretor regional de Lages, Eng. Sanit. e Amb. Aldori Batista dos Anjos; e do coordenador Adjunto do CDR, Eng. Agr. Franklin Silveira Brum.
Durante a reunião foi apresentado o calendário de fiscalizações de impacto que serão desenvolvidas nas diferentes regiões do estado em 2014. O diretor regional de Lages, Aldori Batista dos Anjos, explica que a ação na região terá a participação de 14 agentes fiscais. “O objetivo é fiscalizar empresas e indústrias que atuam nas áreas de engenharia civil, industrial, química e agronomia, bem como obras dos governos: federal, estadual e municipal.”
O presidente do CREA-SC, Carlos Alberto Kita Xavier esclarece que a fiscalização é a prioridade e a principal função do Conselho, que atua de forma preventiva e orientativa com objetivo de defender a sociedade e garantir o exercício profissional a quem possui habilitação, coibindo a atuação de leigos. “Praticamente todos os elementos que formam o ambiente de uma cidade estão vinculados ao trabalho dos profissionais do CREA: construções, sistema viário, saneamento, iluminação, transporte, produção e distribuição de alimentos, entre outros.”
Segundo ele, o CREA-SC tem como premissa mostrar aos órgãos públicos municipais e estaduais e à sociedade a importância de se contratar profissionais registrados para a realização de todos estes serviços, bem como conscientizar os profissionais para que trabalhem pelo desenvolvimento sustentável no meio urbano e rural.
O gerente de fiscalização Eng. Agr. Felipe Penter ressalta que estão sendo desenvolvidas ações de impacto em diferentes regiões do estado, visando não só a orientação sobre a legislação vigente, bem como a regularização dos serviços e atividades profissionais nas áreas da engenharia e agronomia. “Queremos dar mais visibilidade à fiscalização do Conselho mostrando à comunidade regional o papel e a função do CREA-SC como órgão que regulamenta as atividades profissionais nas respectivas áreas.”
Informes da presidência, relato do Conselheiro Federal Eng. Mec. e Seg. Trab. Júlio Bertoldo, apresentação dos GTs pelos diretores regionais, registro de ponto, férias e banco de horas são outros assuntos da pauta.

Fonte: Adriano Comin

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas