Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

Não respeitam os pedestres em seus direitos no trânsito
Cadastrado em: 29/6/2014

Tamanho da letra

Respeitando o que determina o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) de que a proteção deve vir sempre do maior para o menor, logo se entende que o pedestre tem sempre a preferência dentro do trânsito, pois se trata do mais frágil. Este cuidado explica-se também porque todos são pedestres antes de qualquer outra coisa, mesmo que por pouco tempo, como ao atravessar a rua do estacionamento até a residência.
Mas, direitos e deveres são para todos. Assim como o motorista deve estar atento ao seu redor, o pedestre também deve seguir seus cuidados básicos para evitar acidentes, principalmente numa cidade onde motoristas, não são todos, é claro; porém, muitos teimam em não respeitar as fixas de segurança, colocando em risco a vida dos pedestres. Referimo-nos aos abusos cometidos em vias públicas por inúmeros lageanos condutores de veículos, os quais não respeitam os pedestres, principalmente nas faixas de segurança ou nos semáforos.
Essa situação tem se verificado principalmente nas vias de trânsito rápido, como nas avenidas. Muitos motoristas não têm o menor respeito pelos pedestres. Trata-se, talvez, de uma questão de educação, ou de falta dela, mas o fato é que se tem a impressão é de que o órgão que deveria fiscalizar essas atitudes inconseqüentes parece não estar atento para a questão que muito se repete diariamente nas ruas e avenidas de Lages.
É comum os motoristas jogarem seus carros sobre os pedestres em vários momentos no perímetro urbano da cidade. As ruas deveriam ser de prioridade aos pedestres, e não dos carros, é o que dizem muitos urbanistas. Porém, a realidade é outra.
Conclui-se que a Educação no Trânsito tem duas vertentes: a primeira, conhecimento teórico de regras e treinamento prático nas ruas. Em segundo plano, a criação de valores que envolvem amor à vida e ao próximo. A primeira pode ser ministrada nas escolas e em cursos especiais; a segunda vem de dentro do indivíduo e resulta de sua educação de berço e no seu convívio familiar. No entanto, de qualquer forma é dever das autoridades de trânsito de Lages fiscalizar com mais atenção e rigor os absurdos que cometem muitos motoristas.

Fonte: Jornal O Palanque

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas