Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

Comemorar o que?
Cadastrado em: 29/6/2014

Tamanho da letra

Em São Paulo, alguns baderneiros quiseram comemorar o transcurso de um ano de protestos realizados.  Virou novamente em baderna. Mascarados destruíram instalações de empresas privadas e, como sempre, demonstraram  suas inutilidades como  integrantes de uma sociedade.  Desta vez, a Polícia Militar não se fez presente. Fato que deixa  algumas indagações: A PM  paulista é incompetente, tem medo ou está comprometida com esses baderneiros? Até porque, já está passando da hora de dar um basta nas atividades  desses elementos que não respeitam nada, como patrimônio público, empresas privadas, pessoas, famílias, instituições, etc. Esses indivíduos que utilizam máscaras para cometerem vandalismos, pelas suas próprias atitudes já demonstram que não passam de covardes. Têm medo? Porém, não têm vergonha na cara. Na verdade, levar para a prisão essa corja, acaba sendo um prejuízo para a Nação. Nada vai resolver. E, por outro lado, se não forem presos em flagrante delito certamente serão apenas ouvidos pelas autoridades policiais e depois liberados. Ou seja, um trabalho sem nenhuma utilidade.
O interessante é que ainda existem pessoas que acham que esses baderneiros estão agindo com toda razão. Certamente são outros que, inconscientemente também estão demonstrando suas inutilidades dentro do contexto social. Pena que temos leis em nosso País para coibir certos tipos de libertinagem, claramente confundida como liberdade. É preciso  dar um basta. O cidadão de bem não deve ter o seu direito de ir e vir cerceado por marginais. A Polícia Militar, seja onde for, necessita agir com rigor, tomando medidas drásticas para colocar a ordem em primeiro lugar. A sociedade tem que apoiar as ações das autoridades. Nem que seja preciso ir até às últimas consequências. Portanto, não há o que comemorar. Lugar de baderneiros é na prisão, e não no convívio social.

Fonte: Jornal O Palanque

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas