Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

Ex-prefeito não está inelegível
Cadastrado em: 3/9/2014

Tamanho da letra

| Correia Pinto |

Na edição de 31 de julho de 2014, um veículo de comunicação escrita de circulação diária do município de Lages publicou matéria com o seguinte título : “TRE-SC julga registros de candidaturas”.
Na verdade, entre uns e outros nomes figurava o nome do ex prefeito de Correia Pinto, Cláudio Ziliotto. E de acordo com o periódico lageano,  no último parágrafo da matéria jornalística assim descreveu: “O Tribunal de Contas da União (TCU) E DO Estado de Santa Catarina (TCE) disponibilizaram a relação dos agentes públicos que tiveram suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas, com imputação de débito ou débito e multa, julgadas irregulares por decisões das quais já não cabe mais recurso no próprio TCE.
No entanto, mesmo que os servidores apareçam na lista, eles não perdem seus cargos e podem concorrer às eleições. Eles tornaram-se inelegíveis se tiverem cometido atos dolosos de improbidade administrativa”. Procurado pela reportagem de O Palanque, o ex-prefeito Cláudio Ziliotto assim se manifestou: “Na realidade, meu nome aparece na Lista do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina, assim como outros prefeitos da região e até quem ainda está exercendo o cargo.
Na época, em 2008, a Câmara Municipal de Vereadores de Correia Pinto rejeitou minha conta. Aliás, diga-se de passagem, os votos  dos legisladores são votos políticos, e não são votos técnicos. Assim que, foi a única conta com problema, a de 2008.
E, é claro que, quando se tem uma conta rejeitada, automaticamente vai para a lista do Tribunal de Contas e não no Tribunal Regional Eleitoral –TER/SC, o qual só impede um postulante a cargo eletivo se este já estiver  sido condenado em 2ª Instância,  e graças a Deus, não tenho nenhuma condenação. E não quero ter nunca.
E, se porventura houver julgamentos em outros processos, espero pela absolvição, pois tenho a consciência limpa e tranquila e que nada devo  em nenhuma acusação infundada. 
E tem mais, pela lei em vigor, com cinco anos, o processo prescreve, como já está prescrito no ano de 2013. Assim que, nada me impede de postular qualquer candidatura a cargo eletivo. Aliás, só Deus poderá impedir-me!”, frisou Cláudio Ziliotto.

Fonte: Jornal O Palanque

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas