Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

O atendimento nosso de cada dia
Cadastrado em: 30/7/2009

Tamanho da letra

Já foi o tempo em que ter um bom produto bastava para obter uma colocação privilegiada no mercado empresarial. Hoje, a exigência é bem maior em todos os segmentos; ostentar belas prateleiras e o rótulo de bom, não bastam. As necessidades e expectativas das pessoas vão muito além. Embora a qualidade continue sendo importante, ela deve estar associada a vários outros fatores, principalmente ao bom atendimento. Uma coisa que os consumidores de produtos e serviços não suportam mais é ter que pagar para serem mal atendidos. Quem despreza esta realidade está fadado ao fracasso e ao declínio mercadológico. Pelo menos, é o que pensa a maioria dos consultores de marketing e especialistas em atendimento ao público geral. 
Eles observam que muitos empresários se preocupam com a procedência e com a qualidade da mercadoria, e fazem de tudo para oferecerem o melhor preço, mas se esquecem do atendimento. Neste mundo globalizado, que oferece infinitas opções em todos os setores, é inconcebível relevar a má vontade, o descaso e o despreparo de pessoas que, ocupam uma determinada função, mas não correspondem a ela, pelo menos no quesito atendimento. Não precisa ir muito longe para encontrar os "doutores" em mau atendimento. São aqueles que levam os seus problemas pessoais para a empresa e, a qualquer momento, "explodem" e descarregam as suas mazelas numa criança, num idoso... Brigam com o marido, o filho, o cachorro e o papagaio. E quem "paga o pato" é  você, a sua mãe, a sua irmã, a sua avó ou alguém que nada tem a ver com os desajustes, os conflitos internos e os dissabores alheios.

Fonte:

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas