Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

Neusete solicita informações do Executivo
Cadastrado em: 31/10/2009

Tamanho da letra

Correia Pinto

Respaldada no artigo 87, inciso XIX da Lei Orgânica Municipal (LOM), a vereadora Neusete Mazieiro encaminhou inúmeros pedidos de informação ao Executivo, cujas proposições foram acatadas e aprovadas pelos seus pares na Câmara de Vereadores.
Dentre os pedidos, a vereadora pede ao Executivo que envie à Câmara a listagem de classificação dos professores ACTs do ano de 2009, elecando os nomes dos que já foram contratados e onde estão prestando serviços, além da relação dos que foram demitidos o qual o motivo da demissão.
A parlamentar também solicita a relação de Autorização de Internamento Hospitalar (AIHs) dispensados até a presente data do corrente ano, identificando o hospital ao qual foram destinadas.
Da mesma forma, a vereadora pede ainda que a prefeitura encaminhe à Casa de Lei informações sobre as demissões dos servidores públicos pertencentes ao quadro do Programa de Saúde Familiar (PSF), bem como esclarecimentos sobre a exoneração dos servidores da prefeitura em agosto e setembro.
Vereadora critica demissões - Em discurso proferido no plenário da Câmara, a vereador Neusete criticou com veemência as demissões dos funcionários do PSF. Observou que equipes de agentes de saúde foram totalmente desintegradas pela administração que, para justificar as demissões, alegou estar fazendo contenções de despesas. “Essas demissões afetaram de sobremaneira os serviços oferecidos na área da saúde”, observou.
A vereadora estranhou as demissões, já que as agentes de saúde não custam nada aos cofres do município, porque seus salários são pagos com recursos do Governo Federal que, segundo ela, repassa mensalmente a quantia de cerca de R$ 17 mil para as despesas com a folha de pagamento. “A prefeitura terá que dar explicar o motivo pela qual efetuou essas demissões”, sentenciou.
Neusete lembrou ainda que a prefeitura está dispensado servidores da Vigilância Sanitária, o que afeta mais ainda os serviços de saúde do município. “Em tempos de pandemia, todo o cuidado é pouco, mas a administração está demitindo funcionários que deveriam estar fiscalizando os serviços oferecidos à população, com a fiscalização da água que bebemos”, completou.

Fonte: Jornal O Palanque

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas