Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

Envelhecimento da população
Cadastrado em: 29/3/2009

Tamanho da letra

Há pelo menos três décadas, estudos indicam uma tendência mundial de envelhecimento da população, e o Brasil segue a mesma trajetória, segundo indicam dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad). Nesse contexto, o desafio de adaptar o mercado de trabalho e a Previdência à nova realidade social torna-se ainda maior, afirma o secretário de Políticas de Previdência do Ministério da Previdência, Helmut Schwarzer.  O secretário defende a adoção imediata em larga escala de políticas de prevenção de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais e o incentivo à opção por aposentadorias cada vez mais tardias. “A sociedade tem que entender que essas mudanças são importantes, e não são porque a gente quer fazer maldades. São importantes porque o sistema de previdência precisa ter sustentabilidade”, ressaltou.
Dados da Pnad de 2007 mostram que a população idosa brasileira chega a quase 20 milhões de habitantes, ou 10,5% do total de brasileiros. O primeiro impacto que o envelhecimento da população provoca sobre o sistema previdenciário é em relação ao aumento da idade média dos trabalhadores. A média de idade do trabalhador ativo aumentou e a tendência é aumentar muito mais. São menos jovens ingressando nas próximas décadas no mercado de trabalho em relação ao total da população.
“Na década de 70, a média etária era de 20 e poucos anos e atualmente estamos acima dos 30 anos. Daqui a duas, três décadas, estaremos com uma média de 40 ou 50 anos. Esse envelhecimento da População Economicamente Ativa [PEA] implica maior ocorrência de acidentes de trabalho e de doenças ocupacionais”, afirmou Schwarzer. Por isso, disse ele, é preciso haver mais políticas de prevenção a acidentes de trabalho e doenças ocupacionais e mudança no ambiente de trabalho para ir acomodando gradativamente os trabalhadores com idade mais avançada. “Esse é o impacto imediato. A gente já vê isso acontecendo”, disse.

Fonte:

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas