Artigos
Câmara de Bocaina do Sul
Câmara de Campo Belo do Sul
Câmara de Cerro Negro
Câmara de Otacílio Costa
Câmara de Rio Rufino
Câmara de São José do Cerrito
Câmara de Urubici
Câmara de Urupema
Câmara do Painel
Coluna DR.Manoel
Cultura
Editais
Editorial
Educação
Esportes
Estamos de Olho
Fique Sabendo
Geral
Meio Ambiente
Negócios
O Tema é...
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Trânsito
 

Encontro consolida Colombo como candidato ao governo
Cadastrado em: 31/5/2010

Tamanho da letra

Florianópolis

O Centro de Convenções, salão preparado a caráter - faixas, bandeiras, balões, jingles e todos os demais recursos de áudio-visual - o Democratas confirmou no dia 5 de maio o nome do senador Raimundo Colombo para o governo estadual nas eleições de outubro, apresentou nomes para o Senado, a Câmara Federal e Assembleia Legislativa e firmou o apoio ao presidenciável do PSDB, ex-governador José Serra, de São Paulo.
Para isso trouxe a Florianópolis, com público espetacular para uma noite de quarta-feira - algo em torno de 3 mil pessoas -, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, o líder do DEM no Senado, José Agripino (RN), o secretário-geral do Democratas, senador Jayme Campos (MT) e o senador Adelmir Santana (DF). Mais a liderança do Democratas no Estado, de A a Z, incluindo os ex-governadores Jorge Bornhausen e Antônio Carlos Konder Reis.
O DEM mostra poder de fogo para as eleições: a lista de pré-candidatos inclui o ex-secretário da Fazenda Antônio Gavazzoni (a vice-governador, no caso de chapa pura), o ex-deputado Cesar Souza (ao Senado), os ex-prefeitos João Rodrigues e Ivo Konell (à Câmara dos Deputados) e o ex-prefeito Ciro Roza (à Assembléia Legislativa). E têm os grandes puxadores de votos como os prefeitos João Paulo Kleinübing e Milton Hobus.
A apresentação dos oradores foi aberta com o ex-senador Jorge Bornhausen e seguiu com o deputado federal Paulo Bornhausen, o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Gelson Merísio, e outros. Todos enalteceram a figura do pré-candidato ao governo, a postura de Raimundo Colombo e a determinação e coragem dos Democratas, que perseguem aliança, mas estão dispostos a concorrer ao governo estadual com chapa pura.
Santa Catarina tem pressa - O senador e pré-candidato do DEM, Raimundo Colombo, foi o último a falar no encontro de mobilização partidária realizado no dia 5 de maio em Florianópolis, que aos próprios organizadores surpreendeu pelo gigantismo. “Acabou sendo uma prova de que o DEM não tem mais volta e não tem medo de sair sozinho para o governo, se necessário”, disse Colombo.
 “Chegou a nossa vez, e os demais concorrentes que se apressem, porque nós já estamos correndo”, avisou o senador, acompanhado, desde sua entrada no salão, pelo jingle de campanha, que diz “lá vem, lá vem Raimundo Colombo, lá vem um homem de palavra”. Os partidários, torcidas regionais organizadas, já em clima de festa, cantaram a letra exibida nos telões.  Em momento forte do discurso, Raimundo criticou adversários indagando: “Quem é essa gente que nega a nosso povo ajuda, abrigo, esperança em sua hora mais difícil? Por que a recuperação do Porto de Itajaí, por exemplo, já se arrasta há mais de ano? Por que a duplicação do trecho sul da BR 101 já consumiu 7 anos e não tem data para terminar? Quantos ainda terão que pagar com a própria vida pelo descaso com nosso estado? Onde estão os que prometeram auxílio e o auxílio não veio? Onde andam os que prometeram socorro, mas nos entregaram uma falsa solidariedade?”
“Pois eu respondo”, completou: “Eles estão por aí, trancados em seus gabinetes criando novas promessas. Amanhã, não tenham dúvidas, vão tentar nos vender novas ilusões - falsas esperanças”. Adiantando alguns itens da futura proposta de governo, já firmou um compromisso “do qual não abrirei mão: serei o mais prefeito dos governadores. Toda a força aos municípios, às prefeituras e às comunidades, porque é ali, onde o povo tem nome, rosto e endereço, que tudo acontece. Os valores da vida comunitária são mais fortes que as regras que vêm de cima para baixo”.
Um outro item central destacado por Colombo, foi a saúde. Disse que a prioridade número um de seu governo será a saúde; a número dois: também a saúde e a número três: ainda a saúde. “Santa Catarina precisa urgentemente de hospitais. Seja construindo novas instalações, seja ampliando os hospitais comunitários, seja auxiliando os hospitais regionais. A saúde não pode esperar e não vai mais esperar. Repito, a saúde não vai esperar”, concluiu, devidamente ovacionado.

Fonte: Jornal O Palanque

Compartilhe esta página: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no MySpace

 

Nome:
E-mail:
 
 
ANO 13 - Nº 164 - SETEMBRO / OUTUBRO 2014
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free
Todos os direitos reservados à Jornal O Palanque - Produzido por WLSistemas
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas